Adolescente de 15 anos estupra criança de 3 anos em Teófilo Otoni

Uma criança de três anos é estuprada por vizinho adolescente em Teófilo Otoni.

Um adolescente de 15 anos foi apreendido na tarde dessa segunda-feira (12/10/2015), suspeito de estuprar uma menina de apenas três anos de idade, no Bairro Manoel Pimenta, em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri. A PM (Polícia Militar) foi acionada por volta das 13:20 para registro da ocorrência de estupro de vulnerável na Rua João Lopes da Silva.

Conforme a PM, a mãe da vítima estuprada relatou que, ao procurar pela filha, percebeu que a criança estuprada se encontrava na casa da sua vizinha. Ao chamar pelo nome da criança, foi atendida pelo adolescente pedófilo estuprador, que estava acompanhado da vítima violentada. Ainda de acordo com a PM, a denunciante disse que a criança estuprada estava bastante agitada e sem a calcinha. A menina estuprada contou para mãe que o adolescente estuprador teria retirado a sua roupa. O adolescente abusador teria confirmado que retirou a calcinha da menina, colocou-a no colo e tentou consumar a conjunção carnal, mas interrompeu o ato ao ser chamado pela mãe da criança estuprada. Diante dos fatos, o menor de idade pedófilo estuprador foi detido e encaminhado para a DPC (Delegacia de Polícia Civil) acompanhado pelo seu genitor. A criança estuprada foi levada para o Hospital Santa Rosália, onde foi examinada superficialmente por uma médica de plantão, que solicitou avaliação de um médico legista.

Adolescente de 12 anos estupra criança de 5 em Cocal PI

Adolescente de doze anos estupra criança de apenas cinco anos na cidade Cocal no Piauí.
O caso de estupro de vulnerável foi registrados no domingo (04/10/2015) na cidade de Cocal, a 268 km de Teresina, capital do Piauí. Segundo o chefe de investigação, Walter Bruce, da Polícia Civil, a vítima de estupro é uma menina de apenas cinco anos de idade. A vítima foi estuprada pelo primo, um adolescente pedófilo de 12 anos.
De acordo com Walter Bruce, os pais do garoto pedófilo entraram em contato com a delegada e o apresentaram na manhã desta segunda-feira (05/10/2015) no Distrito Policial de Cocal. Em depoimento, o menino estuprador primeiramente negou o estupro de vulnerável e depois confessou ter abusado sexualmente da prima durante uma brincadeira.
A vítima do estupro sofreu o abuso sexual do primo de 12 anos.”No caso da criança de 5 anos, eu recebi a ligação da mãe da menina relatando do abuso pelo primo de 12 anos e que a criança estuprada estava internada com sangramento nas genitálias. Ao chegar ao hospital, os médicos confirmaram o estupro e iniciamos diligências para apreender o suspeito que fugiu. O caso aconteceu na casa da vítima no Povoado Gameleira, zona rural de Cocal”, relatou.
“Por entender que o menor pedófilo não fez por maldade, a delegada registrou apenas um boletim de circunstanciado. O garoto estuprador deve responder por estupro consumado”, explicou.