Garoto de 13 anos estupra primo de 3 em Roraima

Um adolescente estuprador de 13 anos foi apreendido pela PM (Polícia Militar) após admitir ter estuprado uma criança de apenas 3 anos. Tia do menino estuprado saiu de casa e a deixou com estuprador; vizinha ouviu choro do menino abusado, a criança de 3 anos.

Adolescente pedófilo de 13 anos

Adolescente pedófilo estuprador de 13 anos

A Polícia Militar apreendeu neste sábado (12/09/2015) um adolescente de 13 anos por estuprar um primo, de 3 anos, numa residência no bairro Jóquei Clube, zona Oeste de Boa Vista. O estuprador confessou a violência sexual ao ser questionado pelos policiais. De acordo com a tia do bebê estuprado, ela e a avó dos meninos saíram de casa para comprar um bingo e deixaram a criança com o garoto pedófilo estuprador, que teria aproveitado a oportunidade para cometer o crime de estupro de vulnerável. “Foi tudo muito rápido. Deixamos os dois sozinhos em casa. Quando retornamos, a criança abusada contou para a minha mãe que meu outro sobrinho teria machucado a bunda dele. Além disso, a vizinha ouviu gritos da criança chorando enquanto estávamos fora”, relata a tia, de 18 anos. Ela resolveu ligar para a mãe do bebê sodomizado após perceber que ele estava com sangrando bastante. A mulher havia saído de casa por volta das 7 horas da manhã. “Saí cedo e me ligaram informando o que havia acontecido. Quando cheguei a casa, vi a situação do meu filho violentado e questionei o meu sobrinho. Em seguida, decidi ligar para a polícia”, conta a mãe. Ainda conforme ela, o adolescente estuprador é suspeito de já ter estuprado outra criança da mesma família. Ao ser indagado pelos policiais se havia feito algo com o primo, o garoto confessou o crime e foi apreendido.

O pedófilo estuprador foi levado à Central de Flagrantes, no 5° DP (Distrito Policial), onde prestou depoimento à delegada Elisa Mendonça, que elaborou um AFAI (Auto de Apreensão em Flagrante de Ato Infracional) para o adolescente estuprador. Ele foi conduzido ao CSE (Centro Socioeducativo), onde poderá ser submetido a medidas disciplinares. “Após ouvir os depoimentos e diante das evidências, ficou claro que houve estupro de vulnerável”, esclarece a delegada. A criança passou por exame de corpo de delito e o caso será encaminhado à DDIJ (Delegacia de Defesa da Infância e Juventude).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s